???global.info.a_carregar???
Luís Menezes. Concluiu o(a) Doutoramento em Didática da Matemática em 2005 pelo(a) Universidade de Lisboa, Mestrado em Didática da Matemática em 1995 pelo(a) Universidade de Lisboa e Licenciatura em Ensino Básico, variante de Matemática/Ciências da Natureza em 1988 pelo(a) Instituto Politécnico de Viseu. É Professor Adjunto no(a) Instituto Politécnico de Viseu Escola Superior de Educação de Viseu. Publicou 28 artigos em revistas especializadas. Possui 11 capítulo(s) de livros e 16 livro(s). Participa e/ou participou como Investigador em 5 projeto(s), Investigador responsável em 3 projeto(s) e Orientador em 1 projeto(s). Atua na(s) área(s) de Ciências Sociais com ênfase em Ciências da Educação. Nas suas atividades profissionais interagiu com 124 colaborador(es) em coautorias de trabalhos científicos. No seu currículo Ciência Vitae os termos mais frequentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: communication; Professor de Matemática; Ensino da Matemática; Ensino exploratório; currículo; Linguagem; Inquiry-based teaching; reality; Preservice mathematics teacher education; Questioning; Inquiry-Based Mathematics Teaching; Tasks; teacher practice; formação de professores; Prática do professor; práticas de ensino; Colaboração; Aprendizagem; conhecimento matemático do professor; Intenções e ações do professor; futuros professores; Didáctica da Matemática; Comunicação; Investigação; ´Números racionais; Conhecimento profissional; Formação inicial de professores; Teacher training; Reflexão; Tarefas matemáticas; Sobredotados; casos multimédia; Portefólio; Pergunta; DIDACTICAL KNOWLEDGE; Avaliação; Interações; Álgebra.; Professores.; Réalité; Práticas comunicativas; Classe de mathématiques; Ensino exploratório Matemática; Conhecimento do conteúdo de Geometria.; inquiry-based mathematics classroom; Literatura infantil; Matemática; Mathematical modeling tasks; Ações; Desenvolvimento profissional; didática; Estrutura e fases da aula; Mathematics communication; Ensino exploratório de Matemática; 3.º ciclo do ensino básico; Discurso; Professores em início de carreira; Concepções; Conhecimento didático; Formação inicial de professores e educadores; Formação contínua de professores; ensino exploratório da Matemática; Primeiros anos de escolaridade; Comunicação matemática; 1.º Ciclo do Ensino Básico; Discussão coletiva; Ensino da Álgebra; Professores; Educação; Formação de professores; primary education; mathematical tasks; instructional humor; communication in mathematics; Teaching; Instructional humour; Mathematical tasks; Writing in Mathematics Classroom; Discussions; Practices; Mathematics. Didactic Knowledge; Humor; Enseñanza; Recursos; Ciências Sociais::Ciências da Educação; Práticas letivas dos professores; Humor instrucional; Instructional humor; Inquiry-based mathematics teaching; Ensino; Discussões coletivas; Práticas e conhecimento didático; Álgebra; Discussões matemáticas; Práticas letivas; Humor no ensino; tarefas matemáticas; enseñanza; recursos; Educação Matemática; Mathematical Proof; Teachers’ Conceptions; Teachers of Basic Education; Professional Experience; Prova matemática; Conceções de professores; Professores do ensino básico; Experiência profissional; Mathematical proof; Teachers’ conceptions; Teachers of basic education; Professional experience; investigação; investigação sobre a própria prática; ensino exploratório; comunicação matemática; discussões matemáticas; práticas e conhecimento didático; álgebra; dispositivo multimédia; práticas de ensino,; pensamento do aluno; Teaching and learning of mathematics; Mathematics curriculum (grades 1 to 4); Parental support; caso multimédia; Tecnologia; Ensino-aprendizagem da Matemática; Programa de Matemática do 1.º ciclo do ensino básico; Apoio parental; criiatividade; design de tarefas matemáticas; ensino de Matemática; prova matemática; programas escolares; conceções de professores; Teachers; Mathematics; Proof; proof; Future teachers’
Identificação

Identificação pessoal

Nome completo
Luís Menezes

Nomes de citação

  • Menezes. Luís
  • Menezes

Identificadores de autor

Ciência ID
1618-B0D0-9426
ORCID iD
0000-0002-8978-8900

Websites

  • https://sites.google.com/site/luismenezes2009/ (Profissional)
  • https://sites.google.com/site/luismenezes2009/ (Pessoal)

Domínios de atuação

  • Ciências Sociais - Ciências da Educação

Idiomas

Idioma Conversação Leitura Escrita Compreensão Peer-review
Português (Idioma materno)
Inglês Utilizador proficiente (C1) Utilizador proficiente (C1) Utilizador proficiente (C1) Utilizador proficiente (C1) Utilizador proficiente (C1)
Francês Utilizador proficiente (C1) Utilizador proficiente (C1) Utilizador independente (B2) Utilizador independente (B2) Utilizador independente (B2)
Espanhol; Castelhano Utilizador proficiente (C1) Utilizador proficiente (C1) Utilizador independente (B2) Utilizador proficiente (C1) Utilizador proficiente (C1)
Formação
Grau Classificação
2001 - 2005
Concluído
Didática da Matemática (Doutoramento)
Universidade de Lisboa, Portugal
"Investigar para ensinar Matemática: Contributos de um projecto de investigação colaborativa para o desenvolvimento profissional de professores" (TESE/DISSERTAÇÃO)
Aprovado com distinção e louvo
1992 - 1995
Concluído
Didática da Matemática (Mestrado)
Universidade de Lisboa, Portugal
"Concepções e práticas de professores de Matemática; Contributos para o estudo da pergunta" (TESE/DISSERTAÇÃO)
Muito Bom
1984 - 1988
Concluído
Ensino Básico, variante de Matemática/Ciências da Natureza (Licenciatura)
Instituto Politécnico de Viseu, Portugal
16
Percurso profissional

Docência no Ensino Superior

1996/12/01 - Atual Professor Adjunto (Docente Ensino Superior Politécnico)
Instituto Politécnico de Viseu Escola Superior de Educação de Viseu, Portugal
1992 - 1996 Assistente (Docente Ensino Superior Politécnico)
Instituto Politécnico de Viseu Escola Superior de Educação de Viseu, Portugal
Projetos

Projeto

Designação Financiadores
2010 - 2014 Projeto P3M - Práticas Profissionais dos Professores de Matemática
PTDC/CPE-CED/098931/2008
Investigador
Associação para a Inovação e Desenvolvimento da FCT
2006 - 2008 Estudar a nossa prática profissional em Didática da Matemática
FCT)/2006-2008
Investigador
2000 - 2001 Trabalho colaborativo de professores nas disciplinas de Matemática e língua portuguesa
IE/2001
Investigador responsável
Instituto Politécnico de Viseu Escola Superior de Educação de Viseu, Portugal
1999 - 2001 prender a ser professor de matemática e ciências
IIE/1999
Investigador
1999 - 2000 Matemática 2000: o poder da comunicação
IIE/2000
Investigador responsável
Instituto Politécnico de Viseu Escola Superior de Educação de Viseu, Portugal
1994 - 1996 Projeto “A didática na formação para o desenvolvimento profissional dos professores” (IIE PI/09/93)
IIE PI/09/93
Investigador

Outro

Designação Financiadores
2015 - 2021/12 Humour in Mathematics Teaching
UID/Multi/04016/2016
Investigador responsável
Instituto Politécnico de Viseu Centro de Estudos em Educação Tecnologia e Saúde, Portugal
2017 - 2018 Dimensões, princípios e objetivos de práticas interdisciplinares no ensino superior
PROJ/CI&DETS/CGD/0003
Instituto Politécnico de Viseu, Portugal
2017 - 2018 Supervisão e Mentorado no Ensino Superior: Dinâmicas de Sucesso
PROJ/CI&DETS/CGD/0005
Orientador
2012 - 2014 Formação de professores que ensinam Matemática: desenvolvendo conhecimentos e práticas
PTDC/CPE-CED/119063/2010
Investigador
Produções

Publicações

Artigo em conferência
  1. Flores, Pablo; Menezes, Luís; Ribeiro, António; Viseu, Floriano. "Empleo del humor de profesores españoles y portugueses en la enseñanza de las Matemáticas". 2017.
  2. Menezes, Luís; Viseu, Floriano; Ribeiro, António; Flores, Pablo. "O humor nas práticas letivas dos professores que ensinam matemática". 2017.
  3. Menezes, Luís. "Design de tarefas matemáticas com criatividade". 2015.
  4. Viseu, Floriano; Gomes, Alexandra; Menezes, Luís; Martins, Paula. "Conceções de professores de Matemática sobre a prova matemática". 2015.
  5. Menezes, Luís; Viseu, Floriano; Martins, Paula M.; Gomes, Alexandra. "What teachers think about mathematical proof?". 2015.
  6. Gomes, Alexandra; Viseu, Floriano; Martins, Paula M.; Menezes, Luís. "Is this a proof? Future teachers’ conceptions of proof". 2015.
  7. Viseu, Floriano; Gomes, Alexandra; Menezes, Luís; Martins, Paula Mendes. "Conceções de professores de Matemática sobre a prova matemática". 2015.
  8. Menezes, Luís; Delplancq, Véronique; Castanheira, Graça. "Classe de Mathématiques, réalité et communication". 2014.
  9. Rodrigues, Cátia; Menezes, Luís; Ponte, João Pedro. "Tarefas matemáticas no ensino da álgebra". 2014.
  10. Boavida, Ana Maria; Menezes, Luís. "Ensinar matemática desenvolvendo as capacidades de resolver problemas, comunicar e racionar: contornos e desafios". 2012.
  11. Canavarro, Ana; Oliveira, Hélia; Menezes, Luís. "The mathematics inquiry-based classroom practice of Célia". 2012.
  12. Ferreira, Rosa; Martinho, Helena; Menezes, Luís. "Building on teachable moments: issues for teacher education". 2012.
  13. Tomás Ferreira, Rosa; Menezes, Luís; Martinho, Maria Helena. "Using Classroom Episodes to Foster Prospective Teachers’ Didactical Knowledge: Issues for Teacher Education". 2012.
  14. Canavarro, Ana Paula; Oliveira, Hélia; Menezes, Luís. "Práticas de ensino exploratório da matemática: o caso de Célia". 2012.
  15. Oliveira, Hélia; Menezes, Luís; Canavarro, Ana Paula. "The use of classroom videos as a context for research on teachers’ practice and teacher education". 2012.
  16. Ponte, João Pedro; Oliveira, Hélia; Canavarro, Ana Paula; Moreira, Darlinda; Martinho, Maria Helena; Menezes, Luís; Tomás Ferreira, Rosa. "Práticas profissionais dos professores de matemática: o projeto P3M". 2012.
  17. Menezes, Luís; Carreira, Susana. "Números: desenvolvimento curricular e tecnologia". 2009.
  18. Menezes, Luís; Ferreira, Rosa. "O professor de Matemática: formação inicial e desenvolvimento profissional". 2009.
  19. Menezes, Luís; Silva, Arlete. "Pais, filhos, professor e comunicação matemática". 2003.
Artigo em revista
  1. Cátia Rodrigues; João Pedro da Ponte; Luís Menezes. "Prática de discussão coletiva de uma professora em Álgebra". Zetetike (2018): https://doi.org/10.20396/zet.v26i3.8651653.
    10.20396/zet.v26i3.8651653
  2. Cátia Rodrigues; Luís Menezes; João Pedro da Ponte. "Práticas de Discussão em Sala de Aula de Matemática: os casos de dois professores". Bolema: Boletim de Educação Matemática 32 61 (2018): 398-418. https://doi.org/10.1590/1980-4415v32n61a05.
    10.1590/1980-4415v32n61a05
  3. Ana Margarida Capelo; Maria Paula Carvalho; Lucimara Cunha Santos; Luís Menezes; António Ribeiro; Anabela Novais; João Nunes; et al. "Interdisciplinaridade no ensino superior: um projeto de cooperação Portugal- Brasil". Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación 06 (2017): 364-364. https://doi.org/10.17979/reipe.2017.0.06.2850.
    10.17979/reipe.2017.0.06.2850
  4. Serrazina, Lurdes; (...); Menezes, Luís. "O conhecimento matemático dos estudantes no início da Licenciatura em Educação Básica: um projeto envolvendo três Escolas superiores de educação". O conhecimento matemático dos estudantes no início da Licenciatura em Educação Básica: um projeto envolvendo três Escolas superiores de educação 1 (2014): 115-131. http://hdl.handle.net/10400.19/2439.
    Publicado
  5. Viseu, Floriano; Menezes, Luís. "Desenvolvimento do conhecimento didático de uma futura professora de matemática do 3.º ciclo: o confronto com a sala de aula na preparação e análise de tarefas de modelação matemática". Revista Latinoamericana de Investigación en Matemática Educativa 17 (3) 1 (2014): 347-375. http://hdl.handle.net/10400.19/2435.
    Publicado
  6. Menezes, L.; Delplancq, V.; Castanheira, G.. "Classe de mathématiques, réalité et communication". Quaderni di Ricerca in didattica 1 1 (2014): 121-128.
    Publicado
  7. Viseu, Floriano; Menezes, Luís; Almeida, Júlia. "Conhecimento de geometria e perspetivas de professores do 1º ciclo do ensino básico sobre o seu ensino". REVEMAT 8 1 (2013): 156-156. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/1792.
    Publicado
  8. Menezes, Luís; Guerreiro, António; Martinho, Maria Helena; Tomás Ferreira, Rosa. "Essay on the role of teachers’ questioning in inquiry-based mathematics teaching". SISYPHUS Journal of Education 1 3 (2013): 44-75. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/2067.
    Publicado
  9. Oliveira, Hélia; Menezes, Luís; Canavarro, Ana Paula. "Conceptualizando o ensino exploratório da Matemática: Contributos da prática de uma professora do 3.º ciclo param a elaboração de um quadro de referência". Quadrante 22 2 (2013): 30-30. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/1957.
    Publicado
  10. Menezes, Luís. "Utilização de casos multimédia na formação matemática de professores do 1.º ciclo do ensino básico: impacto no conhecimento e prática de ensino supervisionada". Revista educação matemática em foco 2 1 (2013): 23-23. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/2260.
    Publicado
  11. Menezes, Luís; Canavarro, Ana Paula; Oliveira, Hélia. "Teacher practice in an inquiry: based mathematics classroom". HMS i JME - Hellenic Mathematical Society - International Journal for Mathematics in Education 4 (2012): 357-357. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/1138.
    Publicado
  12. Menezes, Luís. "Matemática, Literatura & Aulas". Educação e Matemática 115 (2011): 67-67. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/1032.
    Publicado
  13. Ferreira., R.; Martinho, H.; Menezes, Luís. "Teachable Moments: oportunidades a não perder". Educação e Matemática 115 (2011): 39-39. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/1035.
    Publicado
  14. Menezes, Luís. "Concepções sobre a comunicação matemática de uma futura professora". Comunicação no Ensino e na Aprendizagem da Matemática 1 1 (2010): 238-238. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/1143.
    Publicado
  15. Menezes, Luís; Ponte, João Pedro. "Investigação colaborativa de professores e ensino da Matemática: caminhos para o desenvolvimento profissional". International Journal for Studies in Mathematics Education 1 1 (2009): 1-1. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/1030.
    Publicado
  16. Santos, Leonor; Moreira, Darlinda; Menezes, Luís; Outros. "Conhecimento profissional do jovem professor de Matemática sobre os alunos". Revista da Educação 16 2 (2008): 33-33. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/1165.
    Publicado
  17. Ponte, João Pedro; Guerreiro, António; Cunha, Helena; Duarte, José; Martinho, Helena; Martins, Cristina; Menezes, Luís; et al. "A comunicação nas práticas de jovens professores de Matemática". Revista Portuguesa de Educação 20 2 (2008): 39-39. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/1162.
    Publicado
  18. Menezes, Luís; Ponte, João Pedro da. "Da reflexão à investigação: percursos de desenvolvimento profissional de professores do 1.º ciclo na área de Matemática". Quadrante 15 1 e 2 (2006): 3-3. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/1034.
    Publicado
  19. Menezes, Luís; Santos, Filipe; Silva, Arlete; Trindade, Maria João. "Investigar a comunicação matemática no 1º Ciclo". Millenium 27 (2003): 1-19. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/611.
    Publicado
  20. Menezes, Luís. "Comunicação na aula de Matemática e desenvolvimento profissional de professores". Millenium 20 (2000): 234-239. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/895.
    Publicado
  21. Menezes, Luís. "Concepções e Práticas Discursivas do Professor de Matemática: Um Estudo de Caso". Millenium 17 (2000): 333-362. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/928.
    Publicado
  22. Menezes, Luís. "Matemática, linguagem e comunicação". Millenium 20 (2000): 1-20. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/899.
    Publicado
  23. Menezes, Luís. "A didáctica da matemática num curso de formação de professores: algumas reflexões". Millenium 14 (1999): 0-0. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/961.
    Publicado
  24. Menezes, Luís. "Formação de Professores do 1º. C.E.B.". Millenium 12 (1998): 0-0. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/829.
    Publicado
  25. Veiga, F.; Moura, H.; Menezes, Luís; Ribeiro, A.; Abreu, R.. "Alunos sobredotados vistos pelos professores". Revista Portuguesa de Pedagogia 31 1,2,3 (1997): 261-261. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/1157.
    Publicado
  26. Menezes, Luís. "O discurso do professor de Matemática". Educação e Matemática 44 (1997): 5-5. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/1033.
    Publicado
  27. Menezes, Luís. "A importância da pergunta do professor". Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação 0 0 (1996): 105-116. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/1156.
    Publicado
  28. Menezes, Luís. "A comunicação na aula de Matemática". Millenium 3 (1996): 20-28. http://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/1188.
    Publicado
Capítulo de livro
  1. Oliveira, Hélia; Canavarro, Ana Paula; Menezes, Luís. "Casos multimédia na formação de professores que ensinam Matemática". Portugal: J. P. Ponte,
  2. Canavarro, Ana Paula; Oliveira, Hélia; Menezes, Luís. "Práticas de ensino exploratório da Matemática: Ações e intenções de uma professora". Portugal: Instituto de Educação,
  3. Menezes, Luís; Tomás Ferreira, Rosa; Martinho, Maria Helena; Guerreiro, António. "Comunicação nas práticas letivas dos professores de Matemática". Portugal: Instituto de Educação,
  4. Oliveira, Hélia; Canavarro, Ana Paula; Menezes, Luís. "Práticas profissionais dos professores de Matemática". Portugal: Instituto de Educação,
  5. Canavarro, Ana Paula; Oliveira, Hélia; Menezes, Luís. "Práticas de ensino exploratório da Matemática: Ações e intenções de uma professora". Portugal: Instituto de Educação,
  6. Menezes, Luís. "Números racionais". Portugal: Lidel,
  7. Menezes, Luís; Tomás Ferreira, Rosa; Martinho, Maria Helena; Guerreiro, António. "Comunicação nas práticas letivas dos professores de Matemática". In Comunicação nas práticas letivas dos professores de Matemática, 135-161. Lisboa: Instituto de Educação, 2014.
    Publicado
  8. Oliveira, Hélia; Canavarro, Ana Paula; Menezes, Luís. "Casos multimédia na formação de professores que ensinam Matemática". In Casos multimédia na formação de professores que ensinam Matemática, 429-461. Lisboa: Instituto de Educação, 2014.
    Publicado
  9. Canavarro, Ana Paula; Oliveira, Hélia; Menezes, Luís. "Práticas de ensino exploratório da Matemática: Ações e intenções de uma professora". In Práticas de ensino exploratório da Matemática: Ações e intenções de uma professora, 217-233. Lisboa: Instituto de Educação, 2014.
    Publicado
  10. Menezes, Luís. "Números racionais". In Complementos de Matemática para professores do ensino básico, 3-3. Lisboa: Lidel, 2011.
    Publicado
  11. Menezes, Luís; Meneze, L.; Santos, L.. "Portefólio: instrumento de avaliação e desenvolvimento profissional de professores do 1.º ciclo em formação contínua em matemática". In Avaliação em Matemática: Problemas e desafios, 231-231. Viseu: SPCE, 2008.
    Publicado
Documento de trabalho
  1. Tomás Ferreira, Rosa; Martinho, Maria Helena; Menezes, Luís. 2013. "THE ROLE OF DIDACTICAL KNOWLEDGE IN SEIZING TEACHABLE MOMENTS". Documento de trabalho. http://hdl.handle.net/10400.19/1807.
Livro
  1. Rodrigues, Cátia; Menezes, Luís; Ponte, João Pedro. Discussões coletivas em matemática: um olhar sobre a prática de três professores. Portugal: SPIEM. 2018.
  2. Menezes, Luís; Figueiredo, Maria Pacheco; Rego, Belmiro; Balula, João Paulo Rodrigues; Felizardo, Sara; Cardoso, Ana Paula. Livro de resumos: Olhares sobre a Educação. Portugal: Escola Superior de Educação • Instituto Politécnico de Viseu. 2018.
  3. Martinho, Maria Helena; Tomás Ferreira, Rosa; Boavida, Ana Maria; Menezes, Luís. Atas do XXV Seminário de Investigação em Educação Matemáticas.. Portugal: APM. 2014.
  4. Menezes, Luís; Ferreira, Rosa Antónia Tomás; Martinho, Maria Helena; Guerreiro, António. Comunicação nas práticas letivas dos professores de Matemática. Portugal: Universidade de Lisboa. 2014.
  5. Breda, Ana; Serrazina, Lurdes; Menezes, Luís; Oliveira, Paulo; Sousa, Hélia. Geometria e medida no ensino básico. Portugal: Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular. 2011.
  6. Menezes, Luís; Ribeiro, António; Gomes, Helena; Cosme, Catarina. Histórias... com Matemática II. Viseu: ESE/IPV. 2010.
    Publicado
  7. Gomes, Helena; Menezes, Luís; Cabrita, Isabel. Actas do XXI Seminário de Investigação em Educação Matemática. Portugal: Associação de Professores de Matemática. 2010.
  8. Menezes, Luís; Ribeiro, António; Gomes, Helena; Cosme, Catarina. Histórias... com Matemática II. Portugal: ESE/IPV. 2010.
  9. Menezes, Luís; Rodrigues, Cátia; Ferraz, Liliana; Martins, Ana. Histórias... com Matemática I. Viseu: ESEV. 2009.
    Publicado
  10. Menezes, Luís; Rodrigues, Cátia; Tavares, Fernanda; Gomes, Helena. Números racionais não negativos - tarefas para o 5.º ano. Portugal: Direcção Geral de Inovação e desenvolvimento Curricular (DGIDC). 2009.
  11. Menezes, Luís; Rodrigues, Cátia; Ferraz, Liliana; Martins, Ana Patrícia. Histórias... com Matemática I. Portugal: ESEV. 2009.
  12. Menezes. Luíd. Avaliação em Matemática: Problemas e desafios. Viseu: Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. 2008.
    Publicado
  13. Menezes, Luís; Santos, Leonor; Gomes, Helena; Rodrigues, Cátia. Avaliação em Matemática: Problemas e desafios. Portugal: Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. 2008.
  14. Menezes, Luís; Cunha, Helena; Tavares, Fernanda. Actas do XIII Seminário de Investigação em Educação Matemática. Portugal: Associação de Professores de Matemática. 2002.
  15. Menezes. Luíd. Interacções na aula de Matemática. Viseu: Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. 2000.
    Publicado
  16. Monteiro, Cecília; Menezes, Luís; Tavares, Fernanda; Ponte, João Pedro; Almiro, João; Matos, José Manuel. Interacções na aula de Matemática. Portugal: Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. 2000.
Tese / Dissertação
  1. Conceição, Sandra Cristina Ferreira da. "O programa de matemática do 1º ciclo do ensino básico : conhecimento, conceções e envolvimento parental". Mestrado, 2014. http://hdl.handle.net/10400.19/2234.
  2. Menezes, Luís. "Investigar para ensinar Matemática: Contributos de um projecto de investigação colaborativa para o desenvolvimento profissional de professores". Doutoramento, 2004. http://hdl.handle.net/10400.19/1149.
  3. Menezes, Luís. "Concepções e práticas de professores de matemática: contributos para o estudo da pergunta". Mestrado, 1996. http://hdl.handle.net/10400.19/1145.
  4. Menezes, Luís Filipe Martins. "Modelação tridimensional e simulação numérica dos processos de enformação por deformação plástica : aplicação à estampagem de chapas metálicas". Doutoramento, 1995. http://hdl.handle.net/10316/2093.

Outros

Outra produção
  1. Menezes, Luís. 2018. Tasks based on graphic humor as a way to develop mathematical communication. In this paper, I present an exploratory study that seeks to understand the role that tasks based on graphic humor can play in the learning of Mathematics, particularly as far as the students’ written communication is concerned. To be able to achieve this goal, the HUMAT Research Project (Humor in Mathematics Teaching) allowed us to design mathematical tasks based on graphic humor (comic strips) wh. http://hdl.handle.net/10400.19/5313.
  2. Menezes, Luís. 2018. Humor in mathematics teaching can be a serious thing!. This study focuses on the educational possibilities of instructional humour in the teaching of Mathematics in the final stages of primary education. It is an exploratory study whose main objective is to understand the role that mathematical tasks, based on humorous situations (cartoons or comic strips), might play in the learning of Mathematics and in the development of mathematical communication. http://hdl.handle.net/10400.19/5327.
  3. Rodrigues, Cátia; Menezes, Luís; Ponte, João Pedro. 2018. Práticas de Discussão em Sala de Aula de Matemática: os casos de dois professores. Mathematical discussions are a powerful activity for students’ learning by supporting the presentation, justification, argumentation, and systematization of the reasoning associated to the work on mathematical tasks. The teacher plays a fundamental role in leading the discussion, being called to carry out a set of instructional actions, based on his/her didactic knowledge. In this paper, we presen. http://hdl.handle.net/10400.19/5035.
    http://dx.doi.org/10.1590/1980-4415v32n61a05
  4. Menezes, Luís. 2017. Uses of humor to teach Mathematics: A didactic proposal. The Didactics of Mathematics, as a scientific field, seeks to find the most effective teaching methods. In recent years, the inquiry-based mathematics teaching has established as an approach to productive teaching, especially when compared to the transmissive approach. In inquiry-based mathematics teaching, challenging mathematical tasks are an essential element as they serve as a starting point f. http://hdl.handle.net/10400.19/4712.
  5. Menezes, Luís; Flores, Pablo. 2017. O humor no ensino da Matemática pode ser coisa séria!. O ensino da Matemática ocorre em situações de comunicação entre o professor e os alunos. Para que esta comunicação tenha lugar é necessária a existência de um ambiente de aprendizagem em que os participantes se encontrem predispostos a compartilhar significados. As atitudes do professor e dos alunos são fundamentais para a criação deste ambiente, que é favorecido se o discurso da aula é agradável,. http://hdl.handle.net/10400.19/4556.
  6. Menezes, Luís; Viseu, Floriano; Ribeiro, António; Flores, Pablo. 2017. O humor nas práticas letivas dos professores que ensinam Matemática. This paper reports an investigation to know how Portuguese teachers, who teach mathematics, from primary to higher education, use humor in their classes and why they do it. For this, we applied a questionnaire to teachers of continental Portugal, having obtained 601 responses. The collected data were submitted to quantitative and qualitative analysis. The results show that teachers consider teachi. http://hdl.handle.net/10400.19/4554.
  7. Rodrigues, Cátia; Menezes, Luís; Ponte, João Pedro. 2017. Práticas de condução de discussões matemáticas: Os casos de dois professores. In this paper we analyze the learning dynamics of a group of five middle school teachers that took place in a lesson study during the elaboration and analysis of a diagnostic task. Specifically, we aim to analyze the changes that occurred in the teachers’ didactical knowledge, notably in their curriculum knowledge, knowledge of students and in their learning processes, and knowledge of teaching pr. http://hdl.handle.net/10400.19/4555.
  8. Rodrigues, Cátia; Ponte, João Pedro da; Menezes, Luís. 2017. Práticas de discussão matemática no ensino da Álgebra: o caso do professor Jorge. As discussões matemáticas constituem uma ferramenta poderosa na promoção da aprendizagem dos alunos, ao favorecer a partilha e justificação de diversas estratégias de resolução resultantes do seu trabalho com tarefas. O professor desempenha um papel preponderante na preparação e condução dessas discussões matemáticas. Nesta comunicação procuramos compreender como Jorge, um professor do 8.º ano, pr. http://hdl.handle.net/10400.19/4872.
  9. Menezes, Luís; Simões, Daniel; Carvalho, Marta. 2017. Humor no ensino da Matemática: Ao ataque!. A investigação tem procurado encontrar métodos de ensino eficazes que permitam a aprendizagem produtiva da Matemática, sabendo que esta disciplina suscita em muitos alunos reações adversas. Este problema didático tem originado respostas que passam pela valorização da resolução e discussão de problemas significativos para os alunos. Este ensino, designado de exploratório, depende de tarefas matemát. http://hdl.handle.net/10400.19/4873.
  10. Flores, Pablo; Menezes, Luís; Ribeiro, António; Viseu, Floriano. 2017. Empleo del humor de profesores españoles y portugueses en la enseñanza de las matemáticas. La comunicación didáctica se vale de diversas estrategias, como el humor, que favorecen, tanto el clima de aula, como generar un discurso para compartir significados.Tenemos escasa información sobre el empleo que los profesores, en general, y los portugueses y españoles, en particular, hacen del humor en la enseñanza de las matemáticas. Interesados por los aspectos positivos que promueve el empleo. http://hdl.handle.net/10400.19/4874.
  11. Menezes, Luís; Ribeiro, António; Gomes, Helena; Martins, Ana Patrícia; Tavares, Fernanda; Pinto, Hélia. 2017. Atas do XXVIII Seminário de Investigação em Educação Matemática. Em 2017, realiza-se em Viseu, pela terceira vez, o Seminário de Investigação em Educação Matemática (SIEM), dinamizado pelo Grupo de Trabalho de Investigação (GTI) da Associação de Professores de Matemática (APM). Estes seminários aconteceram em 1992 e em 2002. Em 1992 realizou-se na Escola Superior de Educação de Viseu o III SIEM. Foi neste seminário que surgiu, de forma mais visível, o Grupo de. http://hdl.handle.net/10400.19/4557.
  12. Viseu, Floriano; Menezes, Luís; Fernandes, José António; Gomes, Alexandra; Martins, Paula Mendes. 2017. Conceções de Professores do Ensino Básico sobre a Prova Matemática: influência da experiência profissional. Proof is an activity that plays a key role in the construction of mathematical knowledge, which is why it acquires relevance in mathematics programs. Admitting that teachers' conceptions about proof influence how it is handled in the classroom, we tried to investigate the conceptions of Portuguese mathematics teachers from the 3rd cycle of basic education (grade 7 to 9) on different aspects of mat. http://hdl.handle.net/10400.19/4571.
    http://dx.doi.org/10.1590/1980-4415v31n57a21
  13. Viseu, Floriano; Menezes, Luís; Fernandes, José António; Gomes, Alexandra; Martins, Paula Mendes. 2017. Conceções de professores do ensino básico sobre a prova matemática: influência da experiência profissional. A prova é uma atividade que desempenha um papel fundamental na construção do conhecimento matemático, razão pela qual adquire relevância nos programas escolares de Matemática. Admitindo que as conceções dos professores sobre a prova afetam a forma como ela é tratada em sala de aula, procuramos averiguar as conceções de professores portugueses de Matemática do 3.º ciclo do Ensino Básico (do 7.º ao. http://hdl.handle.net/1822/45671.
    Viseu, F., Menezes, L., Fernandes, J., Gomes, A., & Mendes Martins, P. (2017). Conceções de professores do ensino básico sobre a prova matemática: Influência da experiência profissional. Bolema, v. 31, n. 57, 430-453. doi: 10.1590/1980-4415v31n57a21
  14. Menezes, Luís; Cardoso, Ana Paula; Rego, Belmiro; Balula, João Paulo Rodrigues; Figueiredo, Maria Pacheco; Felizardo, Sara. 2017. Olhares sobre a Educação: em torno da formação de professores. O livro “Olhares sobre a Educação: em torno da formação de professores” está organizado em duas partes. Na primeira parte, apresentam-se dois textos de natureza teórica que discutem perspetivas sobre a investigação na formação de professores. Na segunda parte, intitulada “Investigando o ensino-aprendizagem”, apresentam-se textos de natureza empírica, distribuídos por seis secções: (i) Estudos no â. http://hdl.handle.net/10400.19/4602.
  15. Menezes, Luís; Véronique, Delplancq. 2016. Investigação sobre a própria prática: dois estudos sobre a comunicação matemática. A investigação realizada por professores sobre a sua própria prática profissional tem vindo a afirmar-se em Portugal, no campo da Didática da Matemática, desde há uma década e meia. Muitas destas investigações foram realizadas no âmbito de cursos de mestrado e de doutoramento. Neste texto, apresentamos os trabalhos de duas professoras de Matemática do 2.º ciclo do ensino básico (EB) que investigam. http://hdl.handle.net/10400.19/3408.
  16. Rodrigues, Cátia; Ponte, J. P.; Menezes, Luís. 2016. Preparação das discussões matemáticas no ensino da Álgebra: o caso da professora Ana. As discussões matemáticas podem ser uma atividade importante para promover a aprendizagem dos alunos, criando oportunidades para a partilha, justificação e argumentação de ideias matemáticas resultantes do seu trabalho com tarefas. No entanto, a sua realização constitui um desafio exigente para o professor, tanto na sua preparação como na sua condução tendo em vista a aprendizagem dos alunos. Nest. http://hdl.handle.net/10400.19/3409.
  17. Oliveira, Hélia; Menezes, Luís; Canavarro, Ana Paula. 2016. Práticas de ensino para tornar visível o pensamento do aluno: Um estudo com futuros professores de Matemática. O presente estudo realizou-se no contexto de uma disciplina da formação inicial de professores de Matemática, em que foi usado um dispositivo multimédia construído em torno de uma aula com características de ensino exploratório. O seu objetivo é identificar as potencialidades do uso de tal dispositivo para suscitar a compreensão dos futuros professores acerca de práticas de ensino em sala de aula. http://hdl.handle.net/10400.19/3468.
  18. Menezes, Luís; Viseu, Floriano; Conceição, Sandra. 2016. Ensino e aprendizagem da Matemática no contexto da implementação de um novo programa: os pais contam?. This study was conducted in the context of the implementation, in Portugal, of a new program of mathematics for primary education, which introduced profound changes over the previous one. In the process of mathematics learning is widely recognized the importance of parents/Guardians (G). Its influence is dependent on the knowledge they have, and on their involvement with the school. It is in this. http://hdl.handle.net/10400.19/3174.
  19. Oliveira, Hélia; Canavarro, Ana Paula; Menezes, Luís. 2016. Casos multimédia sobre ensino exploratório da Matemática: do retrato de uma prática à formação de professores. A tecnologia digital tem sido utilizada, nas últimas décadas, não só no ensino da Matemática mas também em contextos de formação de professores. Esta tem um papel importante, particularmente, ao retratar práticas de sala de aula inovadoras e exigentes como o ensino exploratório, permitindo uma compreensão alargada do que representa e do potencial de tal prática, assim como da complexidade de que e. http://hdl.handle.net/10400.19/4396.
  20. Menezes, Luís; Viseu, Floriano; Conceição, Sandra. 2016. Ensino e aprendizagem da matemática no contexto da implementação de um novo programa: os pais contam?. Este estudo realizou-se no contexto da implementação, em Portugal, de um novo programa de Matemática do ensino básico que introduziu profundas mudanças relativamente ao anterior. No processo de aprendizagem da Matemática é largamente reconhecida a importância dos pais/EE (Encarregados de Educação). A sua influência está dependente do conhecimento que têm e do envolvimento com a escola. É neste qua. http://hdl.handle.net/1822/53543.
  21. Menezes, Luís; Serrazina, Maria de Lurdes; Fonseca, Lina; et al. 2014. Conhecimento de Geometria de estudantes da Licenciatura em Educação Básica. This quantitative study aims to assess the development of geometry knowledge of over two hundred students attending Basic Education course in three Schools of Education. Through a test with 21 questions, handed over before and after training in Geometry, students are assessed in a set of categories. The results reveal that although students demonstrate knowledge of elementary concepts at the outse. http://hdl.handle.net/10400.19/2069.
  22. Rodrigues, Cátia; Menezes, Luís; Ponte, J. P.. 2014. Práticas de discussão matemática no ensino da Álgebra. Mathematical discussions contribute strongly to pupils’ learning, as they put into play a set of social interactions and processes of negotiation of mathematical meanings. This communication analyzes the discussion practices of a mathematics teacher of the 3rd cycle of basic education, in the context of collaborative work. The study is interpretive, qualitative and draws on interviews and particip. http://hdl.handle.net/10400.19/2068.
  23. Viseu, Floriano; Menezes, Luís. 2014. Desenvolvimento do conhecimento didático de uma futura professora de matemática do 3.º ciclo: o confronto com a sala de aula na preparação e análise de tarefas de modelação matemática. El presente artículo aborda cómo una futura professora de matemáticas moviliza y desarrolla sus conocimientos didácticos, en lo que se refiere al conocimiento del contenido matemático y al conocimiento pedagógico, en la preparación y análisis de tareas de modelación matemática recurriendo a la tecnología. Este trabajo se desarrolló durante la fase final de su formación académica, en el momento de. http://hdl.handle.net/10400.19/2435.
    10.12802/relime.13.1734
  24. Menezes, Luís. 2013. Utilização de casos multimédia na formação matemática de professores do 1.º ciclo do ensino básico: impacto no conhecimento e prática de ensino supervisionada. This paper is based on a study conducted during initial teacher training in the early years of schooling in the context of an educational experience based on using a multimedia case titled “Cubes with stickers”. The goal of the research is to understand the influence of the participation in this educational experience in the knowledge and practice of inquiry-based teaching of preservice teachers w. http://hdl.handle.net/10400.19/2260.
  25. Viseu, Floriano; Menezes, Luís; Almeida, Júlia. 2013. Conhecimento de geometria e perspetivas de professores do 1º ciclo do ensino básico sobre o seu ensino. Este estudo foca o conhecimento de conteúdo de Geometria de professores do 1.º ciclo do ensino básico portugueses e as suas perspetivas sobre o ensino deste tema nos primeiros anos de escolaridade. Os dados foram recolhidos através de um teste sobre tópicos de Geometria e de um questionário, que foi respondido por 14 professores. O estudo revela que os professores têm acentuadas dificuldades em tó. http://hdl.handle.net/10400.19/1792.
  26. Oliveira, Hélia; Menezes, Luís; Canavarro, Ana Paula. 2013. Conceptualizando o ensino exploratório da Matemática: Contributos da prática de uma professora do 3.º ciclo param a elaboração de um quadro de referência. Este estudo tem como objetivo compreender a prática de ensino exploratório da Matemática, procurando estabelecer um quadro de referência que identifi que e relacione as intenções e ações do professor nas suas práticas letivas deste tipo de ensino exploratório. Para tal, baseamo-nos na literatura do domínio e na análise de práticas de professores de diferentes níveis de ensino, focando-nos neste ar. http://hdl.handle.net/10400.19/1957.
  27. Oliveira, Hélia; Menezes, Luís; Canavarro, Ana Paula. 2013. Conceptualizando o ensino exploratório da matemática: contributos da prática de uma professora do 3.º ciclo para a construção de um quadro de referência. Este estudo tem como objetivo compreender a prática de ensino exploratório da Matemática, procurando estabelecer um quadro de referência que identifique e relacione as intenções e ações do professor nas suas práticas letivas deste tipo de ensino exploratório. Para tal, baseamo-nos na literatura do domínio e na análise de práticas de professores de diferentes níveis de ensino, focando-nos neste art. http://hdl.handle.net/10174/10618.
  28. Menezes, Luís; Canavarro, Ana Paula; Oliveira, Hélia. 2013. DESCREVENDO AS PRÁTICAS DE ENSINO EXPLORATÓRIO DA MATEMÁTICA: O CASO DA PROFESSORA FERNANDA. Este estudo surge enquadrado no projeto de investigação P3M: Práticas profissionais dos professores de Matemática. Um dos seus objetivos é a proposta de um quadro de referência para descrever a prática de ensino exploratório da Matemática, a partir de elementos teóricos e da análise das práticas de sala de aula de professores que habitualmente realizam aulas de natureza exploratória – nesta comuni. http://hdl.handle.net/10174/10625.
  29. Canavarro, Ana Paula; Oliveira, Hélia; Menezes, Luís. 2013. Understanding Mathematics Inquiry-Based Classroom Practice: Teacher’s Actions And Intentions. This paper focuses on the inquiry-based teaching of mathematics (Stein, Engle, Smith & Hughes, 2008). It is our purpose to deepen our understanding of this complex practice of the teachers, considering both the actions and the intentions behind the actions they perform (Ponte & Chapman, 2006). We analyse the case of one of the teachers we work with in a broader Design Research project where the re. http://hdl.handle.net/10174/10631.
  30. Menezes, Luís; Guerreiro, António; Martinho, Maria Helena; Tomás Ferreira, Rosa. 2013. Essay on the role of teachers’ questioning in inquiry-based mathematics teaching. This paper is an essay on the role of the mathematics teacher’s questioning in in¬quiry-based teaching. Questions are important communication tools that are used by the teacher for various purposes and underpin different visions of what it means to teach mathematics. Inquiry-based mathematics teaching has achieved relevance as a powerful alternative to direct teaching, which is inefficient in comp. http://hdl.handle.net/10400.19/2067.
  31. Menezes, Luís; Guerreiro, António; Martinho, Maria Helena; Ferreira, Rosa Antónia Tomás. 2013. Essay on the role of teachers’ questioning in inquiry-based mathematics teaching. This paper is an essay on the role of the mathematics teacher’s questioning in inquiry- based teaching. Questions are important communication tools that are used by the teacher for various purposes and underpin different visions of what it means to teach mathematics. Inquiry-based mathematics teaching has achieved relevance as a powerful alternative to direct teaching, which is inefficient in comp. http://hdl.handle.net/1822/28801.
  32. Oliveira, Hélia; Canavarro, Paula; Menezes, Luís. 2013. Cortes na piza (ensino secundário) – caso multimédia. Os casos multimédia focam-se em aulas que se desenvolvem em torno de uma tarefa matemática, sendo ilustrados com segmentos de vídeo de diferentes fases das aulas, com resoluções escritas dos alunos e com comentários do próprio professor sobre essas aulas. Na construção do caso multimédia adotamos um modelo de quatro fases para a estrutura da aula, de acordo com um quadro elaborado para descrever a. http://hdl.handle.net/10400.19/2199.
  33. Boavida, Ana Maria; Menezes, Luís. 2012. Ensinar matemática desenvolvendo as capacidades de resolver problemas, comunicar e raciocinar: contornos e desafios. A investigação realizada nos últimos anos tem mostrado que não é possível os alunos aprenderem Matemática com compreensão sem se apropriarem de um conjunto de tópicos matemáticos e, simultaneamente, desenvolverem capacidades que lhes permitam compreender e mobilizar os conhecimentos sobre esses tópicos em contextos diversificados. Esta visão sobre a aprendizagem da Matemática tem tido repercussões. http://hdl.handle.net/10400.19/1144.
  34. Menezes, Luís; Oliveira, Hélia; Canavarro, Paula. 2012. Subidas e descidas dos combustíveis (2.º ciclo) – caso multimédia. Os casos multimédia focam-se em aulas que se desenvolvem em torno de uma tarefa matemática, sendo ilustrados com segmentos de vídeo de diferentes fases das aulas, com resoluções escritas dos alunos e com comentários do próprio professor sobre essas aulas. Na construção do caso multimédia adotamos um modelo de quatro fases para a estrutura da aula, de acordo com um quadro elaborado para descrever a. http://hdl.handle.net/10400.19/2196.
  35. Menezes, Luís; Canavarro, Ana Paula; Oliveira, Hélia. 2012. TEACHER PRACTICE IN AN INQUIRY-BASED MATHEMATICS CLASSROOM. This paper presents a framework for an inquiry-based approach to mathematics teaching. It was developed by combining theoretical perspectives and case studies of experienced teacher that usually conduct inquiry based teaching of mathematics. This framework describes the actions teachers intentionally perform with two identified purposes: to promote the mathematical learning of the students and to. http://hdl.handle.net/10400.19/1138.
  36. Canavarro, Ana Paula; Oliveira, Hélia; Menezes, Luís. 2012. A FRAMEWORK FOR MATHEMATICS INQUIRY-BASED CLASSROOM PRACTICE: THE CASE OF CÉLIA.. This paper has been developed in the context of the research project P3M Professional Practices of Mathematics Teachers. One of its main aims is to propose a framework for mathematics inquiry-based classroom practice, combining theoretical perspectives and the analysis of the teaching practice of experienced teachers that regularly conduct inquiry-based teaching of mathematics – in this paper, we. http://hdl.handle.net/10400.19/1139.
  37. Oliveira, Hélia; Menezes, Luís; Canavarro, Ana Paula. 2012. THE USE OF CLASSROOM VIDEOS AS A CONTEXT FOR RESEARCH ON TEACHERS’ PRACTICE AND TEACHER EDUCATION. The present communication comes from a project where we are developing multimedia cases for teacher education that integrate video and other resources from classrooms where an inquiry-based approach to teaching is taking place, combing a perspective of research on classroom practice and teacher education development. This paper concerns one grade 4 lesson taught by an experienced teacher, and inte. http://hdl.handle.net/10400.19/1140.
  38. Canavarro, Ana Paula; Oliveira, Hélia; Menezes, Luís. 2012. Práticas de ensino exploratório da matemática: o caso de Célia. Este estudo foi desenvolvido no âmbito do projeto de investigação P3M, Práticas profissionais dos professores de Matemática. Um dos seus principais objetivos é a proposta de um quadro de referência para a prática de ensino exploratório da Matemática, combinando perspetivas teóricas e a análise da prática de professores experientes que regularmente conduzem aulas de natureza exploratória – neste ar. http://hdl.handle.net/10400.19/1141.
  39. Oliveira, Hélia; Menezes, Luís; Canavarro, Ana Paula. 2012. Recursos didáticos numa aula de ensino exploratório: da prática à representação de uma prática. Esta comunicação pretende analisar as intenções e ações de uma professora no que diz respeito ao uso de recursos didáticos numa aula de matemática de ensino exploratório de uma turma do 4.º ano, centrada no desenvolvimento do pensamento algébrico. Este estudo decorreu no contexto do planeamento e concretização de um caso multimédia que ilustra práticas de ensino exploratório a ser usado na formaçã. http://hdl.handle.net/10400.19/1142.
  40. Menezes, Luís; Canavarro, Ana Paula; Oliveira, Hélia. 2012. Teacher practice in an inquiry-based mathematics classroom. This paper presents a framework for an inquiry-based approach to mathematics teaching. It was developed by combining theoretical perspectives and case studies of experienced teacher that usually conduct inquiry based teaching of mathematics. This framework describes the actions teachers intentionally perform with two identified purposes: to promote the mathematical learning of the students and to. http://hdl.handle.net/10451/7040.
  41. Menezes, Luís; Oliveira, Hélia; Canavarro, Ana Paula. 2012. Teacher practice in an inquiry-based Mathematics classroom. This paper presents a framework for an inquiry-based approach to mathematics teaching. It was developed by combining theoretical perspectives and case studies of experienced teacher that usually conduct inquiry based teaching of mathematics. This framework describes the actions teachers intentionally perform with two identified purposes: to promote the mathematical learning of the students and to. http://hdl.handle.net/10174/7881.
  42. Canavarro, Ana Paula; Oliveira, Hélia; Menezes, Luís. 2012. A framework for mathematics inquiry-based classroom practice: the case of Célia.. This paper has been developed in the context of the research project P3M Professional Practices of Mathematics Teachers. One of its main aims is to propose a framework for mathematics inquiry-based classroom practice, combining theoretical perspectives and the analysis of the teaching practice of experienced teachers that regularly conduct inquiry-based teaching of mathematics – in this paper, we. http://hdl.handle.net/10174/7883.
  43. Oliveira, Hélia; Menezes, Luís; Canavarro, Ana Paula. 2012. The use of classroom videos as a context for research on teachers' practice and teacher education.. The present communication comes from a project where we are developing multimedia cases for teacher education that integrate video and other resources from classrooms where an inquiry-based approach to teaching is taking place, combing a perspective of research on classroom practice and teacher education development. This paper concerns one grade 4 lesson taught by an experienced teacher, and inte. http://hdl.handle.net/10174/7840.
  44. Oliveira, Hélia; Canavarro, Ana Paula; Menezes, Luís. 2012. Cubos com autocolantes – caso multimédia.. Caso multimédia baseado em aula de 1º ciclo em modalidade de ensino exploratório da Matemática com tarefa Cubos com Autocolantes. http://p3m.ie.ul.pt/caso1-cubos-com-autocolantes-1-ciclo.
  45. Oliveira, Hélia; Canavarro, Ana Paula; Menezes, Luís. 2012. Eleição para o delegado de turma – caso multimédia do 3º ciclo. Caso multimédia baseado em aula de 3º ciclo em modalidade de ensino exploratório da Matemática com tarefa Eleição para o delegado de turma.. http://p3m.ie.ul.pt/caso-3-eleicao-para-o-delegado-de-turma-3-ciclo.
  46. Canavarro, Ana Paula; Oliveira, Hélia; Menezes, Luis. 2012. Práticas de ensino exploratório da matemática: O caso de Célia. Este estudo foi desenvolvido no âmbito do projeto de investigação P3M, Práticas profissionais dos professores de Matemática. Um dos seus principais objetivos é a proposta de um quadro de referência para a prática de ensino exploratório da Matemática, combinando perspetivas teóricas e a análise da prática de professores experientes que regularmente conduzem aulas de natureza exploratória – neste ar. http://hdl.handle.net/10174/8307.
  47. OLiveira, Hélia; Menezes, Luis; Canavarro, Ana Paula. 2012. Recursos didáticos numa aula de ensino exploratório: Da prática à representação de uma prática. Esta comunicação pretende analisar as intenções e ações de uma professora no que diz respeito ao uso de recursos didáticos numa aula de matemática de ensino exploratório de uma turma do 4.º ano, centrada no desenvolvimento do pensamento algébrico. Este estudo decorreu no contexto do planeamento e concretização de um caso multimédia que ilustra práticas de ensino exploratório a ser usado na formaçã. http://hdl.handle.net/10174/8308.
  48. Santos, Leonor; Canavarro, Ana; Boavida, Ana; Oliveira, Hélia; Menezes, Luís; Carreira, Susana. 2012. Investigação em Educação Matemática 2012: Práticas de ensino da Matemática. Esta revista inclui artigos sobre as práticas de sala de aula de professores de Matemática.. http://hdl.handle.net/10400.19/1153.
  49. Oliveira, Hélia; Canavarro, Paula; Menezes, Luís. 2012. Cubos com autocolantes (1.º ciclo) – caso multimédia. Os casos multimédia focam-se em aulas que se desenvolvem em torno de uma tarefa matemática, sendo ilustrados com segmentos de vídeo de diferentes fases das aulas, com resoluções escritas dos alunos e com comentários do próprio professor sobre essas aulas. Na construção do caso multimédia adotamos um modelo de quatro fases para a estrutura da aula, de acordo com um quadro elaborado para descrever a. http://hdl.handle.net/10400.19/2197.
  50. Oliveira, Hélia; Canavarro, Paula; Menezes, Luís. 2012. Eleição para o delegado de turma (3.º ciclo) – caso multimédia. Os casos multimédia focam-se em aulas que se desenvolvem em torno de uma tarefa matemática, sendo ilustrados com segmentos de vídeo de diferentes fases das aulas, com resoluções escritas dos alunos e com comentários do próprio professor sobre essas aulas. Na construção do caso multimédia adotamos um modelo de quatro fases para a estrutura da aula, de acordo com um quadro elaborado para descrever a. http://hdl.handle.net/10400.19/2198.
  51. Menezes, Luís. 2011. Matemática, Literatura & Aulas. A aprendizagem da Matemática não ocorre por mera transmissão de saberes do professor para os alunos. A ideia de que o conhecimento pode passar linearmente de uma cabeça – daquele que sabe – para outra(s) cabeça(s) – para aqueles que querem saber –, pelas palavras ditas e escritas, não tem qualquer correspondência com a realidade. A aprendizagem é um processo adaptativo, simultaneamente individual. http://hdl.handle.net/10400.19/1032.
  52. Menezes, Luís. 2011. Colaborative research as a stratagy of professional development of teachers. This article reports a study conducted with three Portuguese primary school teachers who participated for two years, along with a professor in a collaborative research project focused on the analysis of their communicative practices in mathematics. The study shows that teachers develop professionally, manifest developments in their forms of collaboration in the group from providing aid and assista. http://hdl.handle.net/10400.19/1137.
  53. Ferreira., R.; Martinho, H.; Menezes, Luís. 2011. Teachable Moments: oportunidades a não perder. Neste texto começamos por analisar um episódio ao nível das ações desencadeadas por uma professora e do conhecimento didático que as suporta. Depois, analisamos a forma como futuros professores de Matemática, a iniciarem o seu mestrado profissionalizante entendem o episódio, do ponto de vista matemático e do ponto de vista da gestão da aula. Finalmente, terminamos com algumas questões para a forma. http://hdl.handle.net/10400.19/1035.
  54. Menezes, Luís. 2010. Concepções sobre a comunicação matemática de uma futura professora. Este texto apresenta um estudo de caso, de natureza interpretativa, focado nas concepções de comunicação matemática de uma futura professora, que está a iniciar um curso de Educação Básica (1.º ciclo de estudos, que dá acesso aos segundos ciclos de formação de professores – 1.º e 2.º ciclos do ensino básico – e educação de infância). O estudo foi orientado por dois objectivos: (i) conhecer as conc. http://hdl.handle.net/10400.19/1143.
  55. Menezes, Luís. 2010. Cava a dois tempos. História infantil alusiva à Matemática.. http://hdl.handle.net/10400.19/1191.
  56. Guerreiro, António; Menezes, Luís. 2010. Comunicação matemática: na busca de um entendimento comum. A comunicação matemática tem emergido como um objetivo, um conteúdo e uma metodologia nas orientações curriculares nacionais e internacionais.. http://hdl.handle.net/10400.19/1168.
  57. Menezes, Luís; Ribeiro, António; Martins, Ana Patrícia; Rodrigues, Cátia; Gomes, Helena; Novo, Sónia. 2010. Penso, comunico, resolvo. Esta brochura destina-se a alunos do ensino básico (1.º a 9.º anos), tendo como objetivo fornecer informação sobre as capacidades transversais que o novo Programa de Matemática português (2007) veio destacar.. http://hdl.handle.net/10400.19/1190.
  58. Menezes, Luís; Ponte, João Pedro. 2009. Investigação colaborativa de professores e ensino da Matemática: caminhos para o desenvolvimento profissional. Este artigo relata um estudo realizado com três professores portugueses do 1.º ciclo do ensino básico (professores primários), que participaram com um professor do ensino superior, durante cerca de dois anos, num projecto de investigação colaborativa centrado nas suas práticas comunicativas em Matemática. O estudo procurou compreender como se desenvolvem profissionalmente estes professores em dive. http://hdl.handle.net/10400.19/1030.
  59. Menezes, Luís; Ponte, João Pedro da. 2009. Investigação colaborativa de professores e ensino da Matemática: Caminhos para o desenvolvimento profissional. Este artigo relata um estudo realizado com três professores portugueses do 1.º ciclo do ensino básico (professores primários), que participaram com um professor do ensino superior, durante cerca de dois anos, num projecto de investigação colaborativa centrado nas suas práticas comunicativas em Mate-mática. O estudo procurou compreender como se desenvolvem profissionalmente estes professores em div. http://hdl.handle.net/10451/3966.
  60. Menezes, Luís. 2008. Portefólio: instrumento de avaliação e desenvolvimento profissional de professores do 1.º ciclo em formação contínua em matemática. Este trabalho surge no contexto do Programa de Formação Contínua em Matemática (PFCM) para professores do 1.º Ciclo que está a ser desenvolvido desde 2005, a nível nacional, por várias instituições de ensino superior. No distrito de Viseu, a formação é dinamizada, pelo segundo ano consecutivo, pela Escola Superior de Educação.. http://hdl.handle.net/10400.19/1163.
  61. Menezes, Luís. 2008. Desenvolvimento profissional de professores em Matemática no contexto de um programa de formação contínua. Neste artigo reflecte-se sobre o desenvolvimento profissional de professores dos 1.º e 2.º ciclos que, no ano lectivo 2006/07, participaram no Programa de Formação Contínua em Matemática (PFCM). Este programa de formação de professores, de âmbito nacional, foi dinamizado no distrito de Viseu pela Escola Superior de Educação. Os dados que aqui são analisados dizem respeito ao segundo ano do PFCM, n. http://hdl.handle.net/10400.19/1164.
  62. Santos, Leonor; Moreira, Darlinda; Menezes, Luís; Outros. 2008. Conhecimento profissional do jovem professor de Matemática sobre os alunos. Neste artigo aborda-se o conhecimento profissional de professores de Matemática e de professores do 1.º ciclo do ensino básico em início de carreira, sobre os alunos. A importância deste tipo de conhecimento do professor deriva da sua estreita relação com as práticas de sala de aula, qualquer que seja a perspectiva teórica que se adopte sobre esta relação. Neste estudo, assume-se uma relação dialé. http://hdl.handle.net/10400.19/1165.
  63. Menezes, Luís; Ponte, João Pedro da. 2006. Da reflexão à investigação: percursos de desenvolvimento profissional de professores do 1.º ciclo na área de Matemática. Ao longo da carreira, os professores realizam um percurso profissional feito de avanços e recuos, sucessos e frustrações. O seu desenvolvimento profissional é um processo que decorre ao longo do tempo e se caracteriza por uma grande complexidade e pela influên¬cia de múltiplos factores, como os contextos de trabalho, as oportunidades de formação e os aspectos de carácter individual e idiossincrási. http://hdl.handle.net/10400.19/1034.
  64. Menezes, Luís; Ponte, João Pedro da. 2006. Da reflexão à investigação: Percursos de desenvolvimento profissional de professores do 1.º ciclo na área de Matemática. Este artigo analisa como se desenvolvem profissionalmente professores do 1.º ciclo do ensino básico no que respeita à reflexão, conhecimento didáctico e práticas profissionais, quando participam num projecto de investigação colaborativo focado na comunicação matemática. O estudo, que assumiu uma metodologia de investigação interpretativa e um design de estudo de caso, decorreu ao longo de quase do. http://hdl.handle.net/10451/3170.
  65. Menezes, Luís. 2005. Desenvolvimento da comunicação matemática em professores do 1.º ciclo no contexto de um projecto de investigação colaborativa. Gradativamente, e em resultado de um reconhecimento mais alargado da sua importância na dinâmica das aulas de matemática, a comunicação tem vindo a despertar um maior interesse na comunidade de educadores matemáticos. É de aceitação generalizada que a comunicação é um processo fundamental da actividade matemática em que estão envolvidos professor e alunos, no decorrer da aula. Para além disso, é t. http://hdl.handle.net/10400.19/1161.
  66. Menezes, Luís. 2005. Desenvolvimento profissional de professores pela investigação das suas práticas: Uma experiência colaborativa no campo da comunicação matemática. A ideia de que o professor é uma peça fundamental dos sistemas educativos modernos é largamente consensual. Em última análise, dele depende grande parte daquilo que os alunos aprendem na escola, seja pelo ambiente de aprendizagem que proporciona ou pela forma como organiza o processo instrutivo. Por isso, o estudo do modo como o professor progride ao longo da carreira e desenvolve as suas competên. http://hdl.handle.net/10400.19/4717.
  67. Menezes, Luís. 2005. Desenvolvimento profissional de professores pela investigação das suas práticas: Uma experiência colaborativa no campo da comunicação matemática. In this communication we discuss the contributions, for the professional development, of a collaborative research project carried out by four teachers (three primary teachers and a college teacher), throughout approximately two years. This project, which focused on the mathematical communication, involved reflection and inquiry into problems detected by the teachers in their practices. Professiona. http://hdl.handle.net/10400.19/1171.
  68. Santos, Abel D.; Reis, Ana; Duarte, J. F.; Teixeira, Pedro; Rocha, A. Barata; Oliveira, M. C.; Alves, J. L.; Menezes, Luís. 2004. A benchmark for validation of numerical results in sheet metal forming. Advances in FE codes for simulation of sheet metal forming processes have enabled its use during pre-production stage of a component. Some of recent developments include improvements and implementation of new material models of mechanical behaviour. However, these developments and corresponding results need to be validated, which means being compared with experimental results. On the other hand, i. http://hdl.handle.net/10316/4250.
  69. Menezes, Luís. 2003. Desenvolvimento profissional de professores do 1.º ciclo no contexto de um projecto de investigação colaborativa focado na comunicação matemática: um estudo de caso. O crescente interesse da investigação educacional pela figura do professor, particularmente evidente desde há cerca de década e meia, fez sobressair uma temática: o desenvolvimento profissional de professores. Apesar de todo o trabalho já realizado, diversos autores (Fullan, 1994; Jaworski, 1998; Liberman, 1994; Nelson, 1996) assinalam a falta de instrumentos conceptuais ao estudo do tema. Fullan. http://hdl.handle.net/10400.19/1902.
  70. Menezes, Luís; Santos, Filipe; Silva, Arlete; Trindade, Maria João. 2003. Investigar a comunicação matemática no 1º Ciclo. Este trabalho apresenta parte da investigação conduzida por quatro professores (três do primeiro Ciclo e um do Superior) que trabalharam num projecto colaborativo focado na comunicação matemática no 1º Ciclo. A investigação foi conduzida em colaboração e teve como objecto de estudo as práticas comunicativas dos professores do primeiro ciclo ao trabalharem a área de Matemática, através da problemat. http://hdl.handle.net/10400.19/611.
  71. Menezes, Luís; Silva, Arlete; Santos, Filipe; Trindade, Maria João. 2002. Professores investigam as suas práticas: Um projecto sobre a comunicação Matemática no 1º ciclo. A investigação das práticas pelos professores é uma ideia extremamente aliciante, uma vez que promove a aproximação da concepção do conhecimento didáctico à sua utilização e a das escolas aos centros de investigação. Esta visão concede aos professores uma maior autonomia profissional, uma vez que estes tendem a tomar em mãos a sua profissão; concede também a estes profissionais a possibilidade de. http://hdl.handle.net/10400.19/1160.
  72. Santos, Abel D.; Duarte, J. Ferreira; Reis, Ana; Rocha, A. Barata da; Menezes, Luís; Oliveira, Marta; Col, Alain; Ono, T.. 2002. Towards standard benchmarks and reference data for validation and improvement of numerical simulation in sheet metal forming. The last decade has witnessed many advances and a lot of improvement in FE codes for simulation of sheet metal forming processes. Such advances could be followed mainly by benchmarks proposed in Numisheet conferences. It was possible to notice that the scatter of results among numerical codes has decreased so significantly that recently scattering of experimental results among different corporatio. http://hdl.handle.net/10316/4278.
  73. Menezes, Luís; Leitão, Isilda; Pestana, Leonor; Laranjeira, Isabel. 2001. Trabalho colaborativo de Professores nas disciplinas de Matemática e Língua Portuguesa. The main results obtained in research project Trabalho Colaborativo de Professores nas Disciplinas de Matemática e Língua Portuguesa are presented in this paper. It was developed by four fifth and sixth-year teachers and a university teacher over a period of a year. The project was guided by two great objectives: (i) to increase professional collaboration between teachers of Mathematics and Portug. http://hdl.handle.net/10400.19/1159.
  74. Menezes, Luís. 2000. Comunicação na aula de Matemática e desenvolvimento profissional de professores. Está em curso na Escola Superior de Educação, Área Científica de Matemática, o projecto de investigação Matemática 2000: O poder da comunicação, coordenado pelo autor deste artigo, com o apoio do Instituto de Inovação Educacional, através da medida 2 do Sistema de Incentivos à Qualidade da Educação (SIQE) - Desenvolvimento de projectos de investigação ou investigação-acção no domínio da Educação.. http://hdl.handle.net/10400.19/895.
  75. Menezes, Luís. 2000. Matemática, linguagem e comunicação. Neste texto pretendemos abordar, de forma inter-relacionada, a matemática, a linguagem e a comunicação, tendo como pano de fundo a sala de aula. Desde logo, se nos coloca a questão: Porquê reflectir sobre a matemática, a linguagem e a comunicação? Antes de mais, porque a Matemática desempenha, nos nossos dias, um papel fundamental no avanço científico. A Matemática tem funcionado como uma espécie. http://hdl.handle.net/10400.19/899.
  76. Menezes, Luís. 2000. Concepções e Práticas Discursivas do Professor de Matemática: Um Estudo de Caso. Este texto, que se enquadra nas comemorações do 2000 - Ano Mundial da Matemática, tem por desiderato relatar o trabalho de investigação, conduzido com o objectivo de estudar, de uma forma inter-relacionada, as concepções dos professores de Matemática, relativas ao ensino e à aprendizagem, e as suas práticas discursivas na sala de aula. http://hdl.handle.net/10400.19/928.
  77. Fernandes, José-Valdemar; Menezes, Luis F.; Rodrigues, Dulce M.; Chaparro, Bruno M.; Vieira, Manuel F.. 2000. Non-uniform deformation after prestrain. The deformation behaviour of prestrained metal sheets is analysed in this work. The non-uniform deformation observed during reloading in tension was studied, by following deformation in different regions of the samples. It takes into account the presence of geometrical defects in the samples and explains the importance of mechanical behaviour. A simplified analysis was used, to model the behaviour. http://hdl.handle.net/10316/4308.
  78. Menezes, Luís. 1999. A didáctica da matemática num curso de formação de professores: algumas reflexões. Num momento em que se procura fazer história sobre uma instituição, que em tudo foi pioneira, muitas podem ser as nossas janelas de a olharmos. Escolhemos uma: o Curso de Professores do Ensino Básico, variante de Matemática/Ciências da Natureza. Tendo em mente os macro-objectivos que presidiram à criação da Escola Superior de Educação de Viseu e que enformaram todos os Cursos que arrancaram logo n. http://hdl.handle.net/10400.19/961.
  79. Menezes, Luís. 1998. Formação de Professores do 1º. C.E.B.. A necessidade de formação contínua resulta de os conhecimentos e competências adquiridos pelos professores antes e durante a formação inicial se tornarem insuficientes para o exercício das suas funções ao longo de toda a sua carreira. Este problema coloca-se com cada vez mais acuidade neste final de século e atravessa as mais diversas profissões. Os professores, na sua generalidade, e os do primei. http://hdl.handle.net/10400.19/829.
  80. Menezes, Luís. 1998. Conceptions de professeurs et interactions des élèves dans la classe de Mathématique. Cet article présente les conceptions de professeurs sur les interactions des élèves dans la classe de Mathématique.. http://hdl.handle.net/10400.19/1158.
  81. Menezes, Luís. 1997. O discurso do professor de Matemática. Neste artigo procura-se abordar uma componente central das práticas do professor de Matemática na sala de aula. O estudo do discurso da aula de Matemática constitui uma preocupação recente dos educadores matemáticos portugueses. O próprio termo discurso causa ainda alguma estranheza na comunidade de educadores matemáticos. A testemunhar este facto estão os problemas de tradução que o termo discour. http://hdl.handle.net/10400.19/1033.
  82. Veiga, F.; Moura, H.; Menezes, Luís; Ribeiro, A.; Abreu, R.. 1997. Alunos sobredotados vistos pelos professores. O objetivo geral do presente estudo foi analisar as percepções dos professores acerca dos alunos sobredotados.. http://hdl.handle.net/10400.19/1157.
  83. Menezes, Luís. 1996. A importância da pergunta do professor. A pergunta do professor tem desempenhado, desde a antiguidade, um papel importante no ensino das mais diversas matérias. Assim, não estranha o interesse pelo estudo da pergunta no contexto das práticas dos professores, neste caso, de Matemática. De uma forma mais desenvolvida, podem ser aduzidas duas razões para focar a atenção no questionamento do professor: (i) a pergunta é um acto de fala larga. http://hdl.handle.net/10400.19/1156.
  84. Menezes, Luís. 1996. A comunicação na aula de Matemática. Este texto pretende constituir uma reflexão sobre o tema comunicação no ensino e na aprendizagem da matemática, consubstanciada no levantamento de algumas questões e, sempre que possível, na apresentação de algumas pistas.. http://hdl.handle.net/10400.19/1188.
  85. Menezes, Luís. 1993. O primado do discurso sobre o efeito decorativo. Cadernos de Sociomuseologia Centro de Estudos de Sociomuseologia. http://hdl.handle.net/10437/146.
  86. Menezes, Luís. 1993. A evolução de conceitos entre as declarações de Santiago e de Caracas (texto1). Cadernos de Sociomuseologia Centro de Estudos de Sociomuseologia. http://hdl.handle.net/10437/151.
Atividades

Júri de grau académico

Tema
Tipo de participação
Nome do candidato (Tipo de grau)
Instituição / Organização
2018 O estudo de aula como processo de desenvolvimento profissional de professores de matemática : duas experiências do ensino básico
Arguente
Marisa Quaresma (Doutoramento)

Membro de associação

Nome da associação Tipo de participação
2011 - Atual Sociedade Portuguesa de Investigação em Educação Matemática – SPIEM
1989 - Atual Associação de Professores de Matemática